domingo, 3 de maio de 2015

Motherland

Porque é o maior de todos os amores, que não se belisque com palavras pequenas o que não pode ser medido. Nem vou tentar. Deixo só esta lembrança-registo de um desses gigantes que dão alento porque são âncoras persistentes para um "e se..." idealista onde não falta calor a nenhum colo nem colo a todos os que agradecem neste dia a quem os abraça e olha assim. 
Hoje é para lembrar e agradecer, o resto do ano é para viver... com Elas. 
                               







                                                                               ❤    ❤



Sem comentários:

Publicar um comentário